romance

25 out

Mulheres ouvem uma letra, multiplicam-na, fazem dela palavras e frases, contos e crônicas que logo se tornam romances – necessariamente românticos? “A” pode ser amor, mas pode ser a outra. Pode ser apaixonado, pode ser angústia, ansiedade, ahhh não aguento mais aquela menina! Abobada, apática, apaixonado, mas por outra – aí é pior ainda, e dessa, vem mais um conto, ou um poema amargurado. Pode ser acho melhor terminarmos, pode ser aguentá-la está ficando cada vez mais difícil, pode ser adorei conhecê-la, ela é linda. Pode ser achei a mulher da minha vida (lá no fundo é essa que todas querem escutar). Pode ser amo e não tenho vergonha de dizer, amo e não quero amar, amo e não sei por quê. Mulheres interpretam, analisam, cobrem todas as possibilidades e probabilidades com precisão matemática e loucura física-quântica, discutem, discorrem, voltam a fita, o filme, dão replay na conversa e analisam de novo, quantas vezes for necessário, buscando aquela letra que pode dar origem a mais um romance. Romântico ou não.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: